sábado, 31 de agosto de 2013

Dicas para você preparar uma festa surpresa


Se você sempre teve vontade de organizar uma festa surpresa para aquela pessoa especial, aqui vai alguma dicas para realmente ser uma grande surpresa:

Em primeiro lugar é necessário que você (o organizador) olhe a disponibilidade da pessoa que será presenteada com a festa. A data para realização do evento deve ser de preferência uns dias antes do aniversário da pessoa, ou até mesmo um dia depois, para que ela não desconfie de nada.

É preciso que você conheça muito bem a pessoa, ter intimidade ajuda muito na hora de conseguir as informações necessárias para organizar o evento. Se mesmo assim você não conseguir todas as informações, peça ajuda a algum amigo, ou alguém da família. 

Faça uma lista das pessoas que você considera mais próximas do aniversariante.Procure um lugar que comporte o tanto de pessoas que você deseja convidar.Convide as pessoas. Caso você não possua contato de todos da lista, peça ajuda a alguém.

Se você acha que algum dos convidados não irá guardar o segredo e vai dar com a ‘língua nos dentes’, engane essa pessoa também! Tente levá-la até o local da festa sem que ela saiba que se trata de uma surpresa para o amigo. 

Os amigos e familiares devem ser convidados de boca-a-boca (de preferência) para que não tenha chance nenhuma do aniversariante descobrir vendo um convite em algum lugar.



Importante
Na hora de fazer o convite deixe claro para as pessoas que se trata de uma FESTA SURPRESA e que esse segredo não deverá ser revelado até o momento da festa.

Peça aos convidados para confirmarem presença para que você calcule a quantidade ideal de comida e bebida. Planeje a festa de acordo com o gosto do aniversariante e não se esqueça de providenciar deliciosos petiscos, bebidas diversificadas, doces de festa e claro, um grande bolo de aniversário.

Depois de tudo pronto, local, convites feitos, convidados confirmados, comidas, bebidas e decoração pronta, chegou o grande dia. A hora de levar o aniversariante até o local do evento:

Esse é o momento em que a pessoa será enganada por alguém bem próximo. O ideal é que não seja a pessoa que está organizando, pois ela já terá feito muitas perguntas para o homenageado e também o organizador deverá estar no local da festa para verificar se está tudo correndo bem e para os últimos acertos.


A pessoa que ficar encarregada de enganar o aniversariante já deve se programar bem antes, ou seja, deve ir conversando com a pessoa com antecedência e programar de sair para conversar ou de fazer algo de modo que o homenageado não desconfie de nada, levando-o até o local da festa.

A pessoa escolhida deve ser esperta e fazer com que a pessoa acredite fielmente na mentira que lhe foi contada. Lembre-se de pedir para um amigo ficar à postos com uma máquina fotográfica em mãos para registrar a entrada do aniversariante e sua expressão única de surpresa, espanto e alegria, tudo ao mesmo tempo!

A sensação de dever cumprido é ótima e depois do esforço de todos, a missão agora é só aproveitar a festa e se divertir bastante!

Fonte: Eufacofesta

sexta-feira, 30 de agosto de 2013

Receita rápida de Pé de Moleque


Ingredientes
  • 400g de biscoito de Maizena tradicional.
  • 500g de amendoim torrado e triturado no liquidificador.
  • 2 cx de leite codensado.


Modo de preparo
  1. Triture a bolacha no liquidificador
  2. Misture a bolacha com o amendoim já triturado junto com o leite condensado até formar uma massa úmida.
  3. Deixe a massa descansar em uma mesa e espalhada descansando.
  4. Corte em quadradinhos.
  5. Pronto esta feito o seu pé de moleque rápido


Fonte: Globo.com

quinta-feira, 29 de agosto de 2013

Como manter seu faqueiro conservado


Existem diversos tipos de faqueiros: ouro, prata, folheados, aço inox, plastico e muitos outros tipos de materiais. Os talheres variam de design, de acordo com seu propósito e utilidade, como comer carne, peixe, sobremesa, tomar sopa, mexer o café etc. Usar talheres foi uma evolução para a humanidade. 


As primeiras facas eram feitas de pedra e depois de ferro e bronze. A partir do século XVII, eram feitas de prata e simbolizavam riqueza.As primeiras colheres eram pedaços de madeira ou chifres de boi em forma de concha. Os primeiros garfos possuíam apenas dois dentes e até à Idade Média só eram utilizados para servir alimentos, e não para comê-los. Até então, comia-se com duas facas.
Somente a partir do século XVII, na Europa, o garfo substituiu uma das facas.

Faqueiros e conjuntos
Quando falamos de peças que compõem um faqueiro, precisamos ter atenção, pois a variação é muito grande. Por vezes um preço mais em conta esconde um numero de peças menor. O ideal seria saber de que tamanho se necessita (para quantas pessoas) e depois ir comprar. Faqueiros podem ter (em media) de 130, 101, 75, 72, 76, 66, 60, 48, 43, 42, 30, 24 peças.


Não se deve comprar um faqueiro tão grande que nunca será usado completamente. Mas também não se deve esquecer de comprar conjunto cujo o número de peças ultrapassa um pouco as necessidades do dia a dia. 

Como usar e manter
  • Antes de utilizar o faqueiro novo, remova as eventuais etiquetas e lave-o com água quente e detergente.
  • Durante a lavagem, use apenas sabão ou detergente e uma esponja macia. Outros tipos de produtos, como palha de aço, poderão riscar ou prejudicar o brilho dos talheres.
  • Enxágue bem cada peça a fim de remover totalmente os resíduos dos produtos de limpeza que, por serem abrasivos, podem atacar o inox.
  • Sempre que possível, use água quente, pois renova o brilho do talher.
  • Após a lavagem, enxugue imediatamente os talheres. Caso contrário, as substâncias químicas contidas na água poderão causar manchas.
  • Evite o contato das peças com superfícies quentes. Elas provocam a descoloração do produto.
  • Evite o atrito entre os talheres durante o processo de lavagem e no armazenamento para mantê-los sem riscos.
  • Não guarde os talheres em locais úmidos. A umidade provoca manchas.
  • Usando a máquina de lavar, recomenda-se retirar os talheres logo que tenha terminado o ciclo “enxaguar”, a fim de que os mesmos sejam secados manualmente.

Fonte: Fazfacil

quarta-feira, 28 de agosto de 2013

Como montar um site para seu casamento


Se hoje tudo na vida é resolvido em cliques, o casamento já segue essa tendência. Divulgar o caminho da igreja, falar da lista de presentes e dar dicas de looks para os convidados são algumas das vantagens de montar um site sobre o casamento, que também fica como recordação dos noivos. Recursos como álbum de fotos, fundo musical e depoimentos dos amigos tornam a página pessoal. O conteúdo é a essência do site – mas também é preciso caprichar no visual, com a ajuda de ferramentas online adequadas e dicas de quem entende do negócio.


A vantagem de procurar por um serviço especializado em vez de partir do zero é que eles oferecem recursos e templates orientados pelo tema. Alguns tem recursos disponíveis, como álbum e editor de fotos e divisão de cotas de lua de mel, e é gratuito. Já outros fornecem mais de 80 recursos – entre canal de vídeos, blog do casal e mural de recados – e ainda permite incluir qualquer informação que os noivos queiram.


Contar com esse serviço especializado facilita a construção da página, que é intuitiva e já fornece opções de fundos e cores. Mesmo com esse empurrãozinho, o visual do site deve fazer sentido com o estilo do casamento e dos noivos. Há seções já prontas como álbum de fotos, loja virtual para presentes ou cotas de lua-de-mel, chá de lingerie, fundo musical e um diário dos noivos. Depois de casados, os noivos recebem um CD com a página gravada.


Tão perfeito quanto a festa
Para fazer um bom site de casamento, o principal é não se perder do objetivo real dele. É importante estar atenta à estética, à acessibilidade e ao conteúdo do site. Cuidado para não exagerar na exposição e poupar na informação. É muito legal ter fotos e declarações de amigos no site do casamento, mas o certo é pensar em sua função mais importante, que é esclarecer quaisquer dúvidas que o convidado tenha com relação ao evento. No layout, só elementos que tenham a ver com a festa. É preciso também pensar que alguns convidados mais velhos talvez o acessem, então a página tem que ser de fácil navegação.

Depois de caprichar no visual, planeje bem o conteúdo. Só abra um álbum se tiver fotos, só crie o blog se estiver disposta a relatar com frequência as aventuras da organização do seu casamento. Capriche nas imagens, se houver galerias da lua-de-mel ou making of.



Segundo Luis Machado, do iCasei, as falhas mais cometidas pelos casais hoje são de etiqueta – e a tecnologia pode ajudar a evitar algumas delas. “Colocar número de conta bancária ou lista de presente no convite é considerado uma gafe. No site, ao confirmar a presença, aparecem links para listas de casamento ou cotas de lua-de-mel”, explica Luis Machado, do iCasei. Na página, eles disponibilizam uma lista do que é “in” ou “out” em um casamento.

A liberdade do blog
A escolha entre o formato de site e o de blog depende do objetivo dos noivos ao criar a página. Um site bem produzido pode orientar os convidados sobre localização da festa, hotéis da região, salões de beleza. Já em um blog, a noiva também pode “liberar sua ansiedade” escrevendo sobre os preparativos.Algumas ferramentas de sites têm o diário dos noivos, mas muitas são válidas apenas durante o período do casamento.



Aventurar-se como noivos blogueiros têm lá suas vantagens. Com ajuda de ferramentas populares, é só seguir o tutorial da página para começar a escrever. Para deixar o blog visualmente bonito, criar e modificar seções é preciso entender um pouco de mais de tecnologia. Se o casal já tem este conhecimento, será uma diversão a mais.

E quando o vírus digital acaba contaminando algumas noivas depois da fase do casamento, elas se tornam blogueiras de vez, dando dicas para quem vai passar pela experiência e retratando a vida de recém-casadas. 

 Fonte: Delas

terça-feira, 27 de agosto de 2013

Receita de Pastel Integral de Banana e Chocolate


Ingredientes

Massa
  • 2 xícaras de farinha integral
  • 2 colheres (sopa) de azeite
  • 2 colheres (sopa) de mel
  • 100 ml de água
  • 1/2 colher (café) de cravo em pó
  • 1/2 colher (café) de canela em pó
  • 1/2 colher (café) de noz-moscada em pó
  • 1/2 colher (café) de anis estrelado em pó
  • 1/2 colher (café) de pimenta-do-reino em pó
  • 1 colher (sopa) de açúcar mascavo em pó
  • 1/2 colher (café) de sal


Recheio
  • 6 bananas
  • 1 colher (sopa) de manteiga
  • 2 colheres de açúcar 
  • 50 ml de água
  • 500g de chocolate ao leite derretido


Modo de preparo

Massa
Misture tudo até ficar homogêneo e reserve.

Recheio
  1. Coloque todos os ingredientes em uma panela e mexa até ficar bem cremoso. 
  2. Deixe esfriar. 
  3. Abra a massa bem fina e recheie. 
  4. Feche-a e pincele gema. 
  5. Leve ao forno a 250°C por cinco minutos.
Fonte: Terra

segunda-feira, 26 de agosto de 2013

Como combinar o chá com bolos e guloseimas


Nesse friozinho, nada melhor do que comer um bom bolo e tomar aquele chá para esquentar. Mas, será que todo chá combina com todo bolo? Confira algumas sugestões de harmonização de receitas que vão dar um toque especial ao chazinho nosso de cada dia.

Chá de Cidreira e bolo de fubá
A erva cidreira fresca (também conhecida como capim santo ou capim limão) é saborosa e pode ser tomada sem açúcar. Super comfort food, combina bem com o sabor do fubá.

Chá de Frutas vermelhas e bolo de chocolate
Combinação clássica para o chá da tarde inspirada na receita do bolo europeu Floresta Negra.



Hortelã com bolo branco com damasco ou pêssegos
Harmonização das mil e uma noites. Faça o chá bem docinho, como os marroquinos.

Mix de ervas (camomila, melissa, erva-doce, etc.) com maçã
Relaxante, ideal para tomar depois do almoço, em dias frios com muito sol. Prove com sobremesas à base de maçã, como strudel, tortas e bolos.

Mate com pão de queijo
A versão de inverno do clássico das praias cariocas. Sirva tudo bem quentinho.



Mate com canela com bolo de laranja
Chá mate com um toque de canela e bolo de laranja: mistura que aquece os sentidos. O sabor acentuado da canela dispensa o uso do açúcar.

Earl Grey com biscoito amanteigado
Combinação perfeita para o chá das cinco. O perfume do chá vem da bergamota. Vale fazer como os ingleses e misturar um pouco de leite frio ao chá (duas colheres de sopa) e adoçar a bebida. Prove também com biscoito de nata, sequinho, bem brasileiro.



Chá Verde com pão de ló
Combinação equilibrada, comum no Japão desde o século XVI. Foi levado para lá pelos portugueses e é chamado de "castela". A textura do pão de ló tem que ser bem fofinha. Para dar um charme, arrisque uma cobertura leve de chocolate.

Fonte: Uol

domingo, 25 de agosto de 2013

Receita fácil de Bolo de Banana


Ingredientes

Calda
  • 1 xícara (chá) de açúcar
  • 6 bananas nanicas
  • manteiga para untar

Massa
  • 1 lata de Leite MOÇA condensado
  • 1 colher (sopa) de fermento químico em pó
  • 1 medida (lata) de leite
  • 1 colher (chá) de canela em pó
  • 1 xícara (chá) de óleo
  • 3 ovos
  • 3 xícaras (chá) de farinha de trigo

Modo de preparo

Calda
  1. Numa panela de fundo largo, coloque o açúcar. 
  2. Coloque no fogo baixo e quando estiver bem dourado, junte meia xícara (chá) de água fervente. 
  3. Mexa com uma colher e deixe ferver até dissolver os torrões de açúcar. 
  4. Forre com esta calda uma fôrma retangular (23x32cm) untada. 
  5. Corte as bananas ao meio, no sentido do comprimento, distribua sobre a calda e reserve.


Massa
  1. Bata no liquidificador o LEITE condensado, o leite, a canela, o óleo e os ovos. 
  2. Ponha a mistura numa vasilha e junte a farinha e o fermento peneirados, misturando bastante. Despeje sobre as bananas carameladas. 
  3. Coloque no forno médio-alto (200ºC), preaquecido, por cerca de 40 minutinhos ou até dourar. 
  4. Deixe amornar, desenforme e sirva.

Fonte: ReceitasdeComida

sábado, 24 de agosto de 2013

Dicas para comemorar o aniversário do seu Pet


Se dizem que o cachorro é o melhor amigo do homem, porque é que eles não teriam direito a uma festa de aniversário, com todos os elementos necessários, como bolo, música, convidados, presentes e bexigas? Para muita gente, toda essa festança pode parecer exagero e gastos à toa, mas tem bastante gente por aí que já faz festa de aniversário para cachorro.


A moda de comemorar os aninhos do seu animal de estimação começou com a socialite emergente Vera Loyola, que decidiu fazer uma festa para celebrar os doze anos de idade de sua cadela Pepezinha em 1999. Na época, o evento causou o maior alvoroço, mas o mercado de festas para cães cresceu tanto de lá para cá que atualmente existem padarias, restaurantes e até empresas especializadas em decoração de festas voltadas para cachorros. Se você também quiser embarcar nessa onda e comemorar o aniversário do cachorro, veja essas dicas a seguir.


Em primeiro lugar, é necessário que todos os convidados caninos estejam com coleira e guia no dia da festa, afinal, ninguém vai querer sair correndo atrás dos fujões, não é? Também é importante ter bom senso com relação à música alta, roupas apertadas, chapeuzinhos e bexigas. Esses elementos podem assustar e incomodar os cães. Quanto menos, melhor. Além disso, por mais que velas sejam indispensáveis em um aniversário normal, em aniversários caninos elas devem ser deixadas de lado. Ou, no máximo, serem apagadas pelo dono do aniversariante.


Na hora de encomendar os quitutes que serão servidos, atente para comprar bolos, doces e guloseimas especialmente preparados para os cães, que não contenham açúcar e outros ingredientes nocivos à saúde dos animais. O dono da festa pode também encomendar quitutes para os donos de cachorro que estarão na festa, mas vale lembrar: separe a comida humana das demais e não exponha todos os quitutes caninos em local de acesso livre dos cães – eles podem comer demais e o resultado não será nada legal no fim da festa.

Exija que todos os cães estejam vacinados para não promover contaminação em massa. Mas se você que está lendo esse texto achar que seu melhor amigo não vai gostar da agitação toda dessa festa de aniversário de cachorro, que tal promover um evento bem particular entre cão e dono?


Reserve a data de aniversário dele para levá-lo em algum lugar que ele adora, como um parque ou aquela pracinha da esquina. Compre um brinquedo novo ou acrescente um ingrediente saboroso na ração do dia. Coisas simples como estas podem deixar seu cão igualmente – ou até mais – feliz no dia do seu aniversário.

Fonte: CaesOnline

sexta-feira, 23 de agosto de 2013

Precisa de uma sobremesa rápida? Torta de BIS


Hoje é sexta-feira e nada melhor do que uma rápida sobremesa para começar o fim de semana bem, Torta de BIS. Confira:

Ingredientes
  • 2 caixas de bis
  • 1 lata de doce de leite (ou leite condensado cozido)
  • 1 caixinha de creme de leite (sem soro)

Modo de Preparo
  1. Pique o bis (reserve uns 6 para decorar).
  2. Misture, em uma tigela, o doce de leite e o creme de leite. Adicione o bis picado e misture bem.
  3. Coloque o doce em um refratário e o acerte, empurrando com as costas de uma colher.
  4. Enfeite com o restante do bis.
  5. Deixe por uma hora no freezer, depois conserve em geladeira!

Fonte: Tuasreceitas

quinta-feira, 22 de agosto de 2013

Descubra as vantagens do moedor de café


Você gosta de café mas não sabe diferenciar se ele realmente é bom? Se você nunca pensou em moer seu próprio café, experimente provar a bebida feita com grãos recém moídos e notar a diferença de sabor.Na sua própria casa, você pode fazer o melhor café, moendo os seus próprios grãos e fazer na hora, para que a bebida não perca nada do sabor e do frescor dos grãos.



O sabor de algumas bebidas, principalmente as quentes, é notado tanto com a língua quanto com o nariz. Ou seja, o cheiro do café influi muito no prazer de degustar. Para melhorar o cheiro do café, o ideal é que os grãos só sejam moídos instantes antes de prepará-lo, porque o oxigênio do ar reage e dissipa as partículas de sabor. Quando você compra café moído, não sabe quanto tempo demorou entre a moagem e a compra, então pode estar comprando um café que tenha muito menos sabor.



Outra grande vantagem de moer o café é que você economiza o preço que paga para que alguém faça por você, ou seja, é uma economia a longo prazo.Apesar de existirem máquinas capazes de moer e preparar o café, muita gente prefere comprar cafeteiras simples e depois comprar um moedor comum. Assim, é possível comprar grãos inteiros e moê-los antes de preparar aquele café quente, fresquinho e gostoso.

Se você moer grãos para tomar durante toda a semana, poderá notar a diferença. Uma semana depois da moagem, o pó de café já terá um sabor distinto ao recém-moído. Faça a prova.

Tipos de café moído
A maneira de moagem influi bastante no sabor final. O grão pode ser moído em vários tamanhos distintos, desde o grosso com partículas muito grande até o superfino, também chamado turco. Algumas máquinas estão preparadas para moer melhor do que outras, de acordo com tamanho, espessura e tipo do grão. Por isso, se você desejar uma moagem ultrafina, é bom procurar uma máquina preparada para isso. 

Os termos podem variar, mas normalmente os tipos de moagem são chamados assim:
  • Grosso: Também chamado percolado, são partículas bem distintas de café, parecendo grãos de sal grosso. São usados nas cafeteiras italianas.
  • Médio: para café expresso, lembra areia grossa.
  • Fino: mais macio ao toque, é um pouco mais fino que açúcar ou sal de mesa. É usado nas cafeteiras com filtro.
  • Extrafino: bem mais fino que o açúcar, mas ainda dá pra notar a diferença de grãos. É usado nas cafeteiras com filtro.
  • Turco ou árabe: tão fino que parece farinha. Os moedores de café comuns não são capazes de chegar a este nível de refinação.
Fonte: MagazineLuiza

quarta-feira, 21 de agosto de 2013

Dicas para a escolha dos padrinhos de casamento


Sempre é difícil na hora da escolha dos padrinhos de casamento. Às vezes temos tantos amigos e familiares queridos que fica difícil escolher.

Os padrinhos de casamento são aquelas pessoas que vão estar no altar, ao lado dos noivos, para testemunhar o momento da união. Além disso, eles têm a função de ajudar o casal nos preparativos do casamento e também estar disponíveis para algum suporte, ajuda ou aconselhamento sempre que necessário. Por isso, os padrinhos devem ser pessoas muito próximas do casal, amigos e parceiros de verdade.


O número ideal de padrinhos depende do tamanho do altar, e também da quantidade de convidados que o casamento terá. Mas quanto menor o número, mais elegante. Mais de quatro casais de cada lado é exagero. Afinal, ser padrinho é especial e é um privilégio para os mais chegados.

Se vocês estão com dificuldades na escolha, a dica é escolher, entre os amigos mais próximos e queridos, um ou dois representantes de cada grupo social (faculdade, trabalho, igreja). Assim, o grupo se sente representado sem que ninguém se sinta excluído.


Muitos optam por ter os familiares como padrinhos. Isso depende da relação que o casal tem com sua família. Se for uma relação de amizade, é super legal ter os irmãos, cunhados, tios, primos ao lado do casal no altar.

Agora se vocês têm dúvida de quem pode ser considerado amigo chegado, ao ponto de ser seu padrinho, é só lembrar de quem esteve sempre ao lado de vocês, com quem vocês sempre puderam contar, e quem ainda faz parte da vida de vocês hoje, como seus irmãos, primos, amigos de infância, do colégio, da faculdade ou do trabalho. Sempre priorizando a afinidade e a amizade sincera.


A formação dos casais exige atenção. Se as pessoas escolhidas forem solteiras, vocês podem misturar amigos como preferirem para formarem o casal. Mas se forem casados, é deselegante convidar apenas um dos dois. Chamem o casal ou escolham outra pessoa.

Por fim, nunca escolham seus padrinhos pelo poder aquisitivo. Um presente caríssimo que porventura vocês possam ganhar não é o mais importante, e sim o vínculo afetivo entre vocês. Deixe isso claro na hora de convidá-los.

Fonte: NoivaUrbana

terça-feira, 20 de agosto de 2013

Aprenda a fazer a famosa receita de Apple Pie


Massa
  • 400 g de farinha de trigo
  • 200 g de manteiga sem sal
  • 5 colheres de sopa de água gelada
  • 3 colheres de sopa de açúcar
  • 1 pitada de sal
  • 2 ovos para a massa

Para finalizar
  • 1 ovo
  • 2 colheres de chá de água


Recheio
  • 1 kg de maçã
  • 1 xícara de chá de açúcar
  • 1 colher e meia de sopa de farinha de trigo
  • raspas de 1/2 limão
  • 1 colher de chá de canela em pó


Modo de Preparo

Massa
  1. Misture a farinha, o açúcar e o sal
  2. Adicione a manteiga e a água fria
  3. Misture com as mãos até que a manteiga esteja bem dissolvida e a mistura pareça uma farofa
  4. Quebre os dois ovos num copo e misture levemente com um garfo
  5. Junte os ovos à farofa e misture rapidamente, sem sovar, até obter uma massa homogênea
  6. Embrulhe em papel filme e guarde na geladeira enquanto prepara o recheio


Recheio
  1. Descasque as maçãs e corte-as em cubinhos, sem utilizar o miolo ( cabos e sementes)
  2. Numa tigela misture a canela, o açúcar, a farinha de trigo, as raspas de limão e as maçãs
  3. Estique a massa com um rolo formando 2 discos, sendo que um deles ligeiramente maior para forrar a forma embaixo e dos lados
  4. Numa forma redonda de 20 ou 30cm, untada com azeite e farinha de trigo coloque o disco maior, sobre esse disco coloque o recheio, cubra o recheio com o resto da massa e una as massas apertando com os dedos
  5. Utilize uma gema batida com a água para passar sobre a massa, para que ela fique douradinha ao assar
  6. Leve ao forno médio ( 180ºC), preaquecido, por aproximadamente 30 minutos ou até dourar
  7. A torta fica mais gostosa ainda acompanhada de sorvete de creme

Tempo de preparo: 1 hora
Rendimento: 8 porções

Fonte: Uol

segunda-feira, 19 de agosto de 2013

Aprenda conservar diversos tipos de frutas


As frutas são fundamentais para nossa saúde e devemos manter o hábito desse consumo para uma vida mais saudável. Elas são fonte de vitaminas, além de serem ricas em fibras. Listamos abaixo algumas frutas e a maneira correta de conservá-las para que você possa tê-las sempre frescas.

Abacate 
Essa fruta deve ser conservada em um lugar arejado e fresco. Se a fruta ainda estiver verde, não convém guardar na geladeira, pois atrapalha o processo de maduração. Ao descascar, é aconselhável que seja consumida na hora, para que a sua polpa não escureça com o contato do ar.

Abacaxi
Caso esteja madura, consuma no máximo dois dias, caso seja conservada fora da geladeira.

Ameixa
Para uma melhor conservação e por muitos dias, guarde-a simplesmente em um saco plástico e coloque na geladeira, sem lavar. Lave apenas quando for consumida.



Banana
Não conservar em geladeira, pois perderá o sabor, além de estragar bem mais rápido, prefira conservar em um local limpo, fresco e seco.

Cereja fresca
Quando as cerejas tiverem bem frescas, opte por guardar na geladeira, mas guarde-as por no máximo 1 semana.

Damasco
No caso do damasco, pode ser guardado na geladeira por no máximo 3 dias, sem lavar. Coloque em um recipiente fechado, por causa da umidade. Lave somente na hora de consumir a fruta.



Figo
Esta fruta geralmente estraga muito rápido, por isso, devem ser conservados na geladeira. Quando estiverem muito maduros, cubra-os em papel toalha para evitar que absorva odores e a mistura de sabores de outros alimentos.

Laranja
Conservar fora da geladeira. Opte por um local fresco e seco.

Lima
Se estiver verde, guarde-a em local fresco e seco. Se estiver madura, conserve na geladeira dentro de um saco plástico. Nessas duas situações pode durar até duas semanas. Se estiver cortado guarde-o na geladeira em um recipiente completamente fechado.

Maçã
Um tipo de fruta que se conserva bem por muito tempo. Guarde-a na parte de baixo da geladeira, ou também pode ser colocado em uma fruteira desde que esteja em um local ventilado, ela pode durar até 3 semanas.


Manga
Mantenha em um local fresco e ventilado. Se a manga estiver verde, embrulhe-a em folhas de jornal, assim acelerará ainda mais o amadurecimento. Depois de madura não deve ser guardada por mais de três dias. Se for conservar em pedaços, envolva-os em um tipo de papel filme.

Melancia
Se estiver fora da geladeira, ela conserva até uma semana. Depois de cortada, conservar na geladeira envolvido em papel alumínio para evitar que fique seca.

Melão
Deve ser conservado fora da geladeira. Se já estiver maduro, guardar na geladeira. Se estiver aberto, cubra com um plástico. Para acelerar o amadurecimento, envolva a fruta em uma folha de papel por dois dias.

Morango
Conserve-o na geladeira sem lavar. Pode durar até 4 dias.



Pêra
Conserve fora da geladeira de preferência em local fresco e arejado. Também não coloque em sacos plásticos fechados, pois esta fruta libera um tipo de gás que faz com que acelera o amadurecimento e causa apodrecimento.

Fonte: DicasCaseiras

domingo, 18 de agosto de 2013

Você curte bolo? Deliciosa receita de Bolo de Iogurte


Ingredientes
  • 6 Ovos 
  • 1 Iogurte de ananás (aroma) 
  • 3 Medidas de farinha 
  • 3 Medidas de açúcar 
  • 2 Colheres de café de fermento 
  • ½ Medida de óleo

Obs.: Utilize o copo do iogurte como medida de referência para os ingredientes indicados.

Modo de Preparo
  1. Comece por bater muito bem as gemas com 2 medidas de açúcar. Em seguida junte o óleo, a farinha, o fermento e o iogurte e continue a bater. Por fim, junte as claras que foram previamente batidas em castelo com uma medida de açúcar.
  2. Deite a massa numa forma bem untada (com margarina e farinha) e leve ao forno quente. Mantenha o bolo a cozer numa temperatura de cerca de 180/190 graus.

Fonte: Pesticos

sábado, 17 de agosto de 2013

Conheça a melhor opção de música para cada tipo de festa


A música está presente em todos os tipos de festa. A escolha do ritmo e estilo musical deve ser de acordo com os convidados para que a festa não seja um fiasco. Afinal, o som tem um alto poder de "climatizar" qualquer ambiente. Confira dicas para cada tipo de situação:

Músicas para a hora das refeições
Apesar de ser um som mais tranquilo e baixo, ele não deve deixar as pessoas bocejando assim que terminarem de comer. Pelo contrário, enquanto comem as pessoas já devem estar animadas e com boas expectativas sobre a festa. Enquanto os convidados conversam, ainda sentados na mesa, o pezinho já deve estar batendo no chão. Antes de abrir a pista, o DJ já deve começar a mexer com o inconsciente dos convidados, eles devem estar gostando do som, mesmo que não estejam prestando atenção. A música que acompanha a refeição dá uma pista de o quanto a festa vai ser boa. 



As músicas mais indicadas para estes momentos são as acústicas, sempre optando pelas mais alegres. Uns 10 minutos antes de abrir a pista o DJ já pode aumentar um pouco o som e colocar algo agitado, assim vai ser difícil a pista demorar a encher.

Para quebrar tudo na pista
As músicas da pista variam muito de acordo com o gosto do dono da festa e dos convidados. Porém, o mais certo é tocar um pouco de tudo, ainda mais se na festa estiverem presentes convidados de várias idades. Não podem faltar músicas anos 70 e 80 (que animam todo mundo) e as clássicas em eventos (aquelas que estão na ponta da língua), tirando essas o DJ deve mesmo variar. O dono da festa também pode deixar os convidados à vontade para pedirem músicas para o DJ, avisando antes da abertura da pista que quem tiver sugestões pode se manifestar durante o baile.



Para ouvir a dois
Se o seu evento é mais íntimo, seja um encontro de casais ou um jantar à luz de velas - onde os convidados são só você e o seu amor - as músicas românticas devem estar presentes em todo playlist. Se você quer surpreender, que tal contratar um músico para tocar só para vocês? Os preferidos, geralmente, são os saxofonistas e os violinistas. Escolha músicas que tenham a ver com a história de vocês e peça, antecipadamente, para o músico tocar enquanto jantam.



Para a festa da criançada 
Xuxa e Eliana já não fazem mais sucesso nas festas infantis. A meninada está bem mais pop e gosta de músicas para dançar. Entre as preferidas, aquelas que podem tocar sem erro, estão: Justin Bieber, Selena Gomez, Miley Cyrus, Jonas Brothers, Restart e Cine. Se na festinha também tiver muitos adultos, é ideal ter as versões acústicas das músicas preferidas da meninada, intercaladas com as mais dançantes. 



15 anos
A valsa dos 15 anos deve ser algo bem clássico. “O Danúbio Azul é uma valsa que nunca saí de moda. Quando a aniversariante assistir o vídeo daqui uns 10 anos, ainda vai se emocionar. Durante a festa, levando em consideração que haverá adultos e adolescentes dançando, músicas anos 70 e 80 e aquelas que todo mundo sabe cantar, de novo, são uma aposta certa. Músicas latinas, no estilo Shakira, também fazem todos se mexerem. 



Como em festas de 15 anos a pista, geralmente, é dominada pela garotada, as músicas do gosto deles não podem deixar de tocar. A dica é observar como se vestem os adolescentes que estão na festa, a partir disso tem como saber o que eles mais vão gostar de dançar. Identificar o gosto musical dos adolescentes é bem mais fácil, eles costumam andar em tribos e se vestirem de acordo com o som que curtem. 

Casamentos
Entrar na igreja com um coral cantando e com sons instrumentais são de arrepiar qualquer convidado, e ainda mais os noivos. A música ao vivo deixa o momento ainda mais emocionante. Na hora da valsa, muitos casais estão optando por algo clássico emendado em algo bem atual, com direito até a coreografias ensaiadas. 



Festas empresariais
O cuidado com as músicas que vão tocar em uma festa da empresa deve ser bem maior. Os funks costumam ficar de fora deste tipo de festa. Músicas mais comerciais e que estejam tocando nas rádios são as melhores opções.


Fonte: Hagah

sexta-feira, 16 de agosto de 2013

Chá de Maracujá e Canela. Relaxante, rápido e fácil de fazer




Essa semana foi corrida? Receita muito rápida para esquentar e relaxar:

Ingrendientes
  • Açúcar, ½ xícara
  • Canela em pau, 1 unidade
  • Maracujá, 2 polpas
  • Água fervendo, 1 litro
Modo de Preparo
Coloque o açúcar e a canela em uma panela e faça um caramelo claro.


Junte a polpa de 2 maracujás e mexa um pouco. Em seguida, junte a água fervendo, mexa e deixe ferver misturando de vez em quando, durante cerca de 10 minutos.


Tampe a panela, desligue o fogo e deixe descansar por cerca de 10 minutos, peneire o chá e sirva.



Fonte: Minutoreceita

quinta-feira, 15 de agosto de 2013

Dicas para comprar um processador ideal para você


Hoje vamos falar de um eletrodoméstico muito útil para quem gosta de agilizar o processo na hora de cozinhar. Como o próprio nome diz, o processador de alimentos pode ser de grande ajuda para preparar várias receitas como rapidez e praticidade. O equipamento está cada vez mais moderno e conta com funções que unem vários eletrodomésticos como o liquidificador, batedeira e centrífuga. A maioria dos processadores que encontramos no mercado cortam, fatiam, trituram e moem quase todo tipo de alimento.

Em poucos segundos é possível moer carne ou bater uma massa. Tudo muito rápido e simples. Antes de optar por um modelo verifique se as funções do aparelho irá atender sua necessidade de uso. O tamanho da tigela do processador deve ser levado em conta, pois se você tem família grande o ideal é comprar um modelo maior.

Para a maioria das famílias o tamanho médio é suficiente. O modelo com 14 xícaras pode acomodar até um quilo de carne e suficiente para preparar três pães. Já o de 11 xícaras tem espaço para 750 gramas de carne picada ou suficiente para fazer dois pães, ideal para preparar refeições médias.



Hoje, os processadores de alimentos têm muitas funções e velocidades. Confira sempre se as funções atendem sua necessidade e se o equipamento é simples de usar. Não compre um processador difícil de usar, pois ele ficará servindo apenas de enfeite na cozinha. Se você não está acostumado com produtos muitos sofisticados, prefira modelos mais simples.



O kit padrão de processadores vem com tigela, lâmina de corte de aço inoxidável, discos de corte, lâmina plástica para massas e espátula, um disco para fatias finas e outro para fatias mais grossas, ideal para cortar legume ou batata palito. Ao comprar leve em consideração também a frequência do uso.

Fonte: Jacotei